Terça-feira, 5 de Junho de 2018

VI TransTrevinca (III)

 

 

VI TRANSTREVINCA

 

2.junho.2018

2018.- VI TransTrevinca (243)

TROÇO (OU TRAMO) II

 

DO RIBEIRO DA CUCHILLA AO REFÚGIO RIO PEDRO

02.- 2018.- VI TransTrevinca (133)

 (Por entre flores silvestres, tapetando o nosso trilho, ora brancas,)

03.- 2018.- VI TransTrevinca (203)

 (ora brancas e lilases,)

04.- 2018.- VI TransTrevinca (179)

 (ora amarelas,)

05.- 2018.- VI TransTrevinca (250)

 (de uma e outra espécie,)

2018.- VI TransTrevinca (136)

 (passando por pequenos riachos,)

2018.- VI TransTrevinca (143)

 (entre os quais o «arroyo» de la Cuchilla,)

2018.- VI TransTrevinca (147)

 (começámos a nossa descida de 2 Km até ao Refúgio Rio Pedro)

2018.- VI TransTrevinca (156)

(Conforme descíamos, à esquerda, protegidos pela serra Segundera:)

- A Laguna Lacillo e a pequena barragem Vega de Conde - 

2018.- VI TransTrevinca (184)

 (A barragem [embalse] Vega de Conde num outro enquadramento)

2018.- VI TransTrevinca (164)

À direita

- O circo glaciar do rio Tera, tendo o sistema montanhoso dos montes de Peña Trvinca como guardião - 

(Perspetiva I)

2018.- VI TransTrevinca (170)

 (Perspetiva II)

2018.- VI TransTrevinca (182)

 (Perspetiva III)

2018.- VI TransTrevinca (183)

 (Perspetiva IV)

2018.- VI TransTrevinca (189)

 (Até que, a meia encosta, chegámos aqui)

2018.- VI TransTrevinca (190)

 (Nesta fonte, bebemos, descassámos um pouco, melhor, palrrámos, e reabastecemo-nos)

2018.- VI TransTrevinca (192)

 (Saímos deste lugar fresco,)

2018.- VI TransTrevinca (196)

 (prosseguindo nosso caminho,) 

2018.- VI TransTrevinca (205)

 (entre o céu e a terra, em que só a natureza aqui se impõe e fala)

2018.- VI TransTrevinca (208)

 (Até que, ao fundo, nos aparece o «arroyo»/ribeiro Rio Pedro,)

2018.- VI TransTrevinca (211)

 (rodeado de «majdas», pastos)

2018.- VI TransTrevinca (214)

 (Há que passá-lo!)

2018.- VI TransTrevinca (213)

 (Montse, a primeira)

2018.- VI TransTrevinca (217)

(Uns, sozinhos; outros, com uma mãosinha)

2018.- VI TransTrevinca (220)

 (e outra)

2018.- VI TransTrevinca (223)

 (Todos ultrapassaram este obstáculo sem qualquer problema de maior, prosseguindo nosso caminho)

2018.- VI TransTrevinca (226)

 (Descontraídos e alegres, cada vez mais nos aproximando do circo glaciar do rio Tera)

- Pico de Peña Trevinca estava à nossa espera -

2018.- VI TransTrevinca (237)

(Tendo como cenário a albufeira/«embalse» Vega de Conde)2018.- VI TransTrevinca (247)

 (e o circo glaciar do rio Tera)

2018.- VI TransTrevinca (239)

 (no meio desta natureza tão bela e florida,)

2018.- VI TransTrevinca (229)

 (era tempo de não deixar passar a oportunidade e enquadramos estas lindas «flores» neste «quadro»)

2018.- VI TransTrevinca (233)

 (ou seja, Sarita e Toñi)

2018.- VI TransTrevinca (231)

 (Claro está que o restante grupo não se quis ficar para trás, integrando-se no magnífico cenário)

2018.- VI TransTrevinca (234)

(Verónica e Raquel em primeiro plano)

2018.- VI TransTrevinca (235)

 (Montse e Xosé também não podiam ficar para trás!...)

2018.- VI TransTrevinca (236)

 (E uma pose muito especial - a de Verónica - com a sua farta cabeleira)

2018.- VI TransTrevinca (238)

(E continuámos caminho, descendo, rodeados de um autêntico tapete de flores de ericas/urzes)

- Sempre, agora, com Trevinca omnipresente -

2018.- VI TransTrevinca (244)

 Natureza tão exuberante

(Aqui, estas beldades não resistiram a compartilhar a sua beleza com a bela natureza)

- Ei-las, acompanhadas pelo nosso «maior» Pablo. E não é que o «jarro» até ficou bem! - 

2018.- VI TransTrevinca (249)

 (Mas há que continuar...)

2018.- VI TransTrevinca (253)

 (Estamos a chegar ao refúgio do rio Pedro, em frente ao «embalse»/barragem Vega de Conde)

2018.- VI TransTrevinca (257)

 (Ei-lo!)

2018.- VI TransTrevinca (258)

 (É tempo de descansar,)

2018.- VI TransTrevinca (260)

 (de estar atento aos pequenos seres vivos que coabitam este lugar)

2018.- VI TransTrevinca (261)

 (e, sentados na relva natural, comer...)

2018.- VI TransTrevinca (262)

 (do farnel que cada um trouxe nas suas mochilas)

2018.- VI TransTrevinca (263)

 (Comidos e bebidos e «desenferrujada» a língua)

- Arranque para o terceiro troço/tramo - Atravessar o vale glaciar do rio Tera - 


publicado por nona às 17:19
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 7 seguidores

.rádio

ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Fotógrafo visto por outro...

. Fotógrafo visto por outro...

. Fotógrafo visto por outro...

. Fotógrafo visto por outro...

. Fotógrafo visto por outro...

. Fotógrafo visto por outro...

. Fotógrafo visto por outro...

. Reino Maravilhoso - Barro...

. Reino Maravilhoso - Barro...

. Reino Maravilhoso - Barro...

.arquivos

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Junho 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Maio 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Agosto 2012

.tags

. todas as tags

.a espreitar

online

.lumbudus

blog-logo
SAPO Blogs

.subscrever feeds