Quarta-feira, 6 de Junho de 2018

VI TransTrevinca (IV)

 

 

 

VI TRANSTREVINCA

2.junho.2018

2018.- VI TransTrevinca (270)

DO REFÚGIO RIO PEDRO À «MAJADA» DE TREVINCA

2018.- VI TransTrevinca (265)

 (Saindo do Refúgio Rio Pedro, despedindo-nos do «embalse»/barragem Vega de Conde) 

2018.- VI TransTrevinca (266)

 (Em frente, o cume de Peña Trevinca chamando-nos)

2018.- VI TransTrevinca (273)

 (Mas, primeiro, há que passar o rio Tera,)

2018.- VI TransTrevinca (269)

 (através desta ponte,)

2018.- VI TransTrevinca (275)

 (com as suas águas buliçosas, irrequietas)

2018.- VI TransTrevinca (278)

 (que, em sucessivos meandros, vão ter à perquena barragem Vega de Conde - Cenário I)

2018.- VI TransTrevinca (282)

 (Cenário II)

2018.- VI TransTrevinca (287)

 (Cenário III)

2018.- VI TransTrevinca (292)

(E é aqui, sobre esta ponte, que os «pesos leves» da VI TransTrevinca, vindos de Bragança,

se encontram com os «pesos pesados», vindos da Laguna de los Peces)

2018.- VI TransTrevinca (299)

 - Numa pequena paragem, pôe-se em dia a  jornada, começada à meia-noite, em Bragança - 

(Luciano, amigo de infância do nosso amigo Alfonso, do Porto de Sanábria, impõe-se no grupo)

2018.- VI TransTrevinca (303)

 - Daqui para a frente, pelos meandros do rio Tera, e pela sua margem direita,

ultrapassando constantes rigueiros de água, do degelo da montanha,

fazemos o nosso percurso que nos há-de levar até à «majada»/pastos de Trevinca -

(Cenário I)

2018.- VI TransTrevinca (304)

 (Cenário II)

2018.- VI TransTrevinca (305)

 (Cenário III)

2018.- VI TransTrevinca (306)

 (Cenário IV)

2018.- VI TransTrevinca (307)

 (Cenário V)

2018.- VI TransTrevinca (309)

 (Cenário VI)

2018.- VI TransTrevinca (310)

 (Cenário VII)

2018.- VI TransTrevinca (314)

 (Cenário VIII)

2018.- VI TransTrevinca (316)

 (Cenário IX)

2018.- VI TransTrevinca (322)

 (Não resistimos em registar certas cenas, das muitas passagens por rigueiros.

Esta, porventura, a que nos despertou mais atenção e curiosidade)

2018.- VI TransTrevinca (325)

 (Para este «peso levíssimo», foi «canja»!)

2018.- VI TransTrevinca (326)

 (O pai, ainda na outra margem, contente com a façanha do filhote)

2018.- VI TransTrevinca (327)

 (E, vai daí, dá início ao seu voo)

2018.- VI TransTrevinca (328)

 («Sarita» hesita. Mas, na outra margem, há sempre uma mão amiga!)

2018.- VI TransTrevinca (329)

 (E inicia o seu voo, sob o olhar atento do companheiro montanheiro)

2018.- VI TransTrevinca (330)

 (O voo saíu quase perfeito)

2018.- VI TransTrevinca (332)

 (Agora é a vez do nosso montanheiro «pernalta»)

2018.- VI TransTrevinca (333)

 (que aterrou... mais ou menos)

2018.- VI TransTrevinca (334)

 (Mas, a seguir, a nossa montanheira precisou de uma «ajudinha»)

2018.- VI TransTrevinca (336)

 (E, agora, vejam só!, como o nosso «peso pesado» Pablo se lança...)

2018.- VI TransTrevinca (337)

 (Por perto, esta cara linda montanheira, rindo-se das façanhas dos companheiros)

 

2018.- VI TransTrevinca (342)

  (Em pouco tempo chegávamos à «majada»/pastagem de Trevinca)

2018.- VI TransTrevinca (340)

 (Veja-se os «pesos leves» a começarem a escalada que os levará ao cume de Peña Trevinca,)

2018.- VI TransTrevinca (349)

 (sob o olhar atento desta pacata vaca, curiosa, por tantos «penetras» invadirem o seu território)

2018.- VI TransTrevinca (344)

 ( O «nosso» grupo, já fragmentado, continua seu caminho,

ao lado de um pequeno rigueiro, igual a tantos, que pejam este lugar)

2018.- VI TransTrevinca (341)

 - Neste preciso lugar parámos para tomar folgo - 

Agora trabalha mais a cabeça que as pernas para alcançar o cume, num último e derradeiro esforço

(Cenário I)

2018.- VI TransTrevinca (354)

 (Cenário II)

2018.- VI TransTrevinca (353)

 (Cruzámo-nos com esta «sereia», do «mar» glaciar do rio Tera,

ganhando forças e preparando-se para a sua vitoriosa escalada)

2018.- VI TransTrevinca (358)

 E nós, antes de iniciarmos a nossa esclada, no sopé do teto zamorano-orensano,

na «majada» Trevinca, olhávamos para trás e observávamos:

- o imponente circo glaciar do rio Tera -


publicado por nona às 12:29
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 6 seguidores

.rádio

ouvir-radioClique no rádio para sintonizar

.Setembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Reino Maravilhoso - Douro...

. Reino Maravilhoso - Douro...

. Reino Maravilhoso - Alto ...

. Por terras de Portugal (M...

. Reino Maravilhoso - Barro...

. Gallaecia:- Castelo de Mo...

. Reino Maravilhoso - Trás-...

. Por terras de Portugal - ...

. Reino Maravilhoso - Barro...

. Reino Maravilhoso - Douro...

.arquivos

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Junho 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Maio 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Agosto 2012

.a espreitar

online

.lumbudus

blog-logo
SAPO Blogs

.subscrever feeds